Viajar com crianças

0
74
Viajar com crianças
Viajar com crianças

Hoje quero partilhar convosco o meu testemunho sobre viajar com crianças. É o testemunho de alguém experiente em viajar e em organizar viagens, não fosse eu responsável pela agência Clickviaja.com no Parque das Nações, em Lisboa. É o testemunho de uma mãe que viaja, sempre que pode, com dois menino, de quatro e nove anos.

Enquanto casal, sempre viajámos! Diria que é nosso passatempo preferido! Somos uns amantes de viagens, cativa-nos descobrir outros países e outras culturas, a nossa curiosidade fica ainda mais estimulada. As viagens mantêm-nos umas eternas crianças sempre a querer descobrir novas aventuras.

Quando os miúdos nasceram, o desejo de viajar não desapareceu. Antes pelo contrário, cresceu uma enorme vontade de partilhar com eles tudo o que o mundo tem para oferecer. Pelo que nunca nos passou pela cabeça não os incluir nas nossas viagens. Agora, em vez de viagens a dois, as viagens passaram a ser a quatro. Viajar com crianças torna as viagens mais completas, acreditem!

Viajar em família é diferente? É, claro que é. 

A logística é um pouco maior, as aventuras são diferentes e os horários de refeição e descanso também mudam e são mais regulares. Mas em viagem também podemos cometer alguns excessos com miúdos e está tudo bem na mesma!

Com a minha experiência enquanto agente de viagens, reconheço cada vez mais que o maior medo e desafio está na cabeça dos pais, pois as crianças adaptam-se com imensa facilidade a tudo!

Vamos viajar com crianças – passo a passo!

Para quem sente alguma insegurança em viajar com crianças, sugiro que comece por destinos próximos e culturalmente idênticos ao nosso. Planear tudo com antecedência, recorrer a uma agência de viagens de forma a existir um canal de comunicação fácil e direto, onde possam partilhar medos e dúvidas, torna este início de viagem mais simples.

(…)

Outra questão que considero relevante, coloca-se na hora de preparar as malas e a “tralha” que nós mulheres conseguimos considerar importante.

(…)

Deixo ficar-vos uma lista minimalista de bens essenciais: 

– Roupas;

– Calçado; 

– Produtos de higiene pessoal

– Acessórios (dependendo da idade das crianças): chapéu, óculos de sol, carrinho de bebé, chucha, etc…. 

– Medicamentos (a primeira vez que fui para África, decidi falar com a pediatra e fazer-me acompanhar de uma farmácia ambulante e recomendo sempre que falem com o médico pediatra que acompanha as crianças), mas aqui vai o mais comum: 

– Termómetro;

– Paracetamol;  

– Protetor solar; 

– Repelente e pomada para picada de insetos; 

– Medicamento para o enjoo; 

– Soro.

– Desfrutar ao ritmo dos mais novos

Descomplicar é a palavra de ordem. Se não conseguirmos visitar tudo a que nos propusemos, está tudo bem na mesma! Viajar ao ritmo da família é o mais importante. Em determinados períodos do dia, as crianças sentir-se-ão mais cansadas e é importante fazer tudo num ritmo mais calmo para que seja possível fazer várias pausas entre atrações e desfrutar do destino ao máximo, sem stress nem birras.

(…)

Quando regressarem de viagem, a família vai estar mais unida, vão ter imensas histórias para partilhar e passaram tempo de qualidade em família! 

Viajar com crianças vale sempre a pena! 

Boa viagem.

Viajar com crianças
POR: Anabela Fonseca Directora Clickviaja.com Lisboa Expo

( ARTIGO DISPONIVEL NA INGEGRA NA EDIÇÃO 17 À VENDA NA NOSSA LOJA ONLINE E/OU NUMA BANCA PERTO DE SI.)