Tratamentos Dentários Na Gravidez

0
250

A gestação é um período singular na vida das mulheres caracterizado por intensas modificações fisiológicas e psicológicas, causando alterações na cavidade oral. Muitas vezes, as grávidas não vão ao dentista por receio que o tratamento prejudique o bebé. Serão os tratamentos dentários seguros?

A consulta pré-natal dentário tem por objetivo não só o tratamento dos dentes e gengivas das futuras mamãs mas também a orientação sobre os cuidados a ter assim que o bebé nascer.

De um modo geral, a maioria dos tratamentos dentários podem ser efetuados durante o período de gestação. É uma questão de avaliar o risco/benefício: se existe infeção, há necessidade de tratamento; se não há infeção e a paciente quer corrigir a posição dentária ou branquear os dentes, é preferível aguardar o nascimento do bebé.

É de salientar que o segundo trimestre é a fase mais tranquila para a consulta dentária, mas em caso de urgência, não há restrições para nenhum trimestre.

Na boca das mulheres grávidas, como reflexo das alterações hormonais, cardiovasculares e emocionais, ocorre um aumento da irrigação sanguínea das gengivas que propicia maior tendência à acumulação bacteriana e, assim, acentuada inflamação gengival. É comum haver um aumento do sangramento das gengivas muitas vezes acompanhado de dor.

Se adicionar a esta inflamação – que é natural ocorrer durante a gravidez – uma pobre higiene oral, vários são os problemas dentários que podem ocorrer, desde uma simples gengivite até à instalação de doença periodontal, doença esta infecciosa e com alto potencial de destruição óssea. Assim, manter os dentes limpos, em particular na linha da gengiva previne este problema.

 Sabia que?

As grávidas portadoras de doenças gengivais têm maior probabilidade de dar à luz bebés prematuros e com baixo peso molecular.

É verdade que infecções e processos inflamatórios de origem dentária podem influenciar acontecimentos menos positivos durante a gravidez, tais como partos prematuros e pré-eclâmpsia. Assim, todas as mulheres adultas que pretendam engravidar devem controlar as infeções orais previamente.

O refluxo gástrico ocorre com maior frequência durante a gravidez. Nesta situação devem adotar-se hábitos alimentares fraccionados, ou seja, comer mais vezes e em menor quantidade. Em casos de regurgitação deve realizar bochechos com água e, só mais tarde, realizar a escovagem dentária.

Muitas mães acreditam que a gravidez enfraquece os seus próprios dentes porque há perda de cálcio para o bebé. No entanto, a verdade é que o cálcio está presente nos dentes da mãe de forma estável e cristalina, não estando disponível na circulação sistémica. A principal fonte de cálcio na formação do feto é proveniente exclusivamente da alimentação materna.

Os tratamentos dentários com anestesia local durante a gravidez não criam problemas ao seu bebé. O que prejudica o bebé é a dor e o estado emocional alterado da mãe. Uma infeção oral é mais prejudicial para o bebé do que o tratamento dentário.

Fale com o seu médico dentista, explique as suas dúvidas e ansiedades, deixe que ele avalie a sua saúde oral e faça os tratamentos necessários de forma a prevenir qualquer dor ou infeção durante um importante período da sua vida, a gravidez.

Ao cuidar da sua saúde oral está a cuidar da saúde do bebé.

Em caso de dor nunca se automedique, procure sempre a opinião do seu médico dentista para que lhe seja prescrita medicação ou efetuados os devidos tratamentos.

Principais cuidados a ter com a saúde oral da mamã durante a gestação:

            – Escolher uma escova com cerdas macias e uma pasta de dentes com flúor

            – Utilizar água fria durante a escovagem

            – Usar fio dentário diariamente

            – Sempre que tiver vómitos, lavar a boca com água ou com colutório com                 clorohexidina na sua composição

            – Evitar sentar-se ou deitar-se logo após as refeições

            – Beber bastante água

            – Evitar café, álcool e tabaco

            – Comer várias vezes ao dia e em menores quantidades

            – Dieta equilibrada evitando alimentos açucarados e bebidas com gás

POR: SORAIA OLIVEIRA_ Médica Dentista_Prática Clínica Ortodontia e Odontopediatria