TODOS NO SOFÁ

0
477

Estão dez amigos                        10

todos num sofá.

Mas tão apertados

que não cabem lá.

 

O rato guloso 

salta do sofá.

São nove os amigos                      9

que ainda estão lá.

 

O coelho manso 

salta do sofá.

São oito os amigos                       8

que ainda estão lá.

 

O gato tigrado

salta do sofá.

São sete os amigos                       7

que ainda estão lá.

 

O pato marreco 

salta do sofá.

São seis os amigos                        6

que ainda estão lá.

 

O porco, roncando,

salta do sofá.

São cinco os amigos                      5

que ainda estão lá.

 

O burro, aos coices, 

Salta do sofá.

São quatro os amigos                      4

Que ainda estão lá.

 

A vaca leiteira 

salta do sofá.

São três os amigos                         3

que ainda estão lá.

 

A alta girafa

salta do sofá.

São dois os amigos                         2

que ainda estão lá.

 

O grande elefante

salta do sofá.

Já só um amigo                             1

ainda lá está.

 

João Preguição

fica no sofá.

Deita-se a dormir

e não sai de lá.

(de Luísa Ducla Soares)

 

Desta vez, a história é diferente, em rima, onde dominam os animais.

Dez amigos (nove animais e uma criança), que estão todos no mesmo sofá 

e se encontram bastante apertados.

Do mais pequeno para o maior: Um rato “guloso”, um coelho “manso”, um 

gato “tigrado”, um pato “marreco”, um porco “roncando”, um burro “aos coices”, 

uma vaca “leiteira”, uma “alta” girafa, um “grande” elefante e uma criança, o João 

“Preguição”. Cada um com as suas caraterísticas.

Um animal, de cada vez, salta do sofá por um motivo específico (ex. O 

rato corre para comer o queijo).

No final, só fica no sofá o menino, todo esticado, pois agora tem muito espaço só para si e adormece.

Partindo da exploração da história podemos abordar conceitos relacionados com o sentido de 

Número: – realiza contagens, verbalizando corretamente a sequência numérica; utiliza os 

termos “mais” e “menos” para comparar dois números; faz previsões e estimativas; repara

em frases que se repetem durante a história; relaciona a adição e a subtração; resolve 

problemas simples.

Existem várias atividades que ajudam a criança a consolidar todos os conceitos e características.

POR: Cristina Ponte e Sousa _ Educadora de Infância