Simplificar as Festas de Aniversário

0
468

Esta coisa da Maternidade/Paternidade não é de todo fácil, seguindo muitas vezes na base da tentativa/erro.

É sem dúvida uma constante aprendizagem, mas acredito que pode ser em tudo bem mais simples e mais descomplicada.

Uma das áreas em que sou a favor de uma maior simplificação são as festas de aniversário. E partilho convosco o que actualmente mais me incomoda nas festas de anos das nossas crianças:

1 – Festa para os Adultos

Quando os adultos escolhem e preparam a festa a pensar na tia, na avó, na mãe, na amiga, na prima, na vizinha e se esquecem de quem verdadeiramente interessa, as crianças!

2 – “Pulómetros”, Pulolândias e afins

5 Festas em simultâneo, 100 crianças a saltar, a pular, a correr, a gritar, sem se verem, sem interagirem, sem brincarem juntos. É o verdadeiro salve-se quem puder ou só os mais fortes sobrevivem! Olhando bem, parecem-me macaquinhos enjaulados, com adultos a vigiar.

3 – Excesso de actividades e de estímulos

Pinturas faciais, modelagem de balões, espectáculo de magia, espectáculo de fantoches, discoteca, aula de dança, etc. e sempre sincronizadas com as dicas dos monitores, sem vontade própria, sem tempo para se concentrar e focar numa só actividade. E que tal deixarmos tempo para as crianças brincarem juntas e deixarem a sua criatividade vir ao de cima?

4 – Horários rígidos

5 – Açúcar

6 – Os saquinhos

7 – A carneirada

8 – Os filhos dos amigos dos Pais

9 – Temas 

10 – Festas ao quadrado, ao cubo e por aí fora

Quando pensar em organizar a próxima festa de aniversário aí de casa, reflicta em tudo isto e se puder simplifique. O poder de simplificar a nossa vida está nas nossas mãos!

Cláudia Ganhão | Especialista & Consultora em Minimalismo

www.claudiaganhao.pt

https://www.instagram.com/claudia_ganhao/  

( ARTIGO DISPONIVEL NA INTEGRA NA NOSSA EDIÇÃO 13 CAPA DE JUNHO À VENDA EM BANCA! COMPRE JÁ!)