Regresso às aulas em segurança 

0
83
Back to school education concept with girl kids, elementary students, carrying backpacks going to class on school first day holding hand in hand together walking up building stair happily

Os dias estão a ficar mais curtos e a completa despreocupação brevemente dará lugar a novos desafios

As aulas vão começar e, desejando a todas as famílias um ano letivo o mais tranquilo possível, deixamos-lhe alguns conselhos que possam contribuir para isso.

Se as deslocações para a creche ou escola forem feitas, essencialmente, de carro, é imprescindível transportar SEMPRE as crianças num Sistema de Retenção (cadeirinha) adequado ao seu tamanho e peso, corretamente instalado e bem utilizado.

E não se esqueça que viajar voltado para trás, até o mais tarde possível (no mínimo até aos 2 anos), é o mais seguro!

Se o/a seu/sua filho/a já se sente confiante para começar a ir sozinho/a para a escola a pé e/ou de transportes públicos, ensaiem juntos os melhores percursos sempre na lógica de um comportamento defensivo enquanto peão: andar de frente para os carros, atravessar nas passadeiras ou, em alternativa, em locais com boa visibilidade.

A utilização de roupas claras e até com material refletor na roupa ou na mochila, aumentam a visibilidade e, consequentemente a segurança. Ensine-lhe que, sempre que possível, nos transportes públicos, deverá viajar sentado/a.

Se a opção passa pela utilização do transporte escolar, verifique se o veículo tem cintos de segurança em todos os lugares e as cadeirinhas adequadas. Confirme a presença de um acompanhante adulto, para além do motorista, e combine com estes um local seguro onde a criança deverá entrar e sair.

Faça inspeções regulares à mochila para eliminar pesos desnecessários e ensine a criança a arrumá-la de forma eficiente, de maneira a que o peso fique equilibradamente distribuído.

Opte por modelos reforçados, que o vão auxiliar nessa distribuição, ou trolleys. No automóvel, as mochilas devem ser guardadas no porta-bagagens, para que não se transformem em armas de arremesso dentro do habitáculo, em caso de acidente ou numa simples travagem mais brusca.

Certifique-se de que o estabelecimento de ensino tem procedimentos definidos em caso de emergência e/ou incêndio, bem como as saídas de emergência assinaladas e desimpedidas e equipamentos de combate a incêndio. Confirme que há profissionais com formação em primeiros socorros e suporte básico de vida.

Nos recreios da escola, verifique se os equipamentos de jogo não apresentam sinais de desgaste que possam resultar em acidentes, se estão bem fixos (balizas, tabelas de basquete, equipamentos de parque infantil) e se as superfícies de impacto estão em boas condições de manutenção.

Sensibilize a escola para dinamizar Sessões de Esclarecimento, para os profissionais e encarregados de educação, sobre os diversos temas de segurança infantil. Saiba mais no site da Associação para a Promoção da Segurança Infantil em www.apsi.org.pt.

Agradecimentos à