Os benefícios da música no desenvolvimento das crianças

0
341

O contacto com a música favorece e desenvolve competências como a perceção, atenção, memória, lingua­gem e funções como planeamento e execução de tarefas, assim como me­lhora  a  concentração,  coordenação motora e o foco em atividades. Segundo  a  pediatra  Denise  Katz (CRM 63548-SP), “a musicalização in­ fantil auxilia no contacto social, equi­líbrio   emocional,   desenvolvimento linguístico e expressão corporal. Cada elemento  básico  da  música,  ritmo, melodia e harmonia são responsáveis por um aspeto na evolução”, explica a especialista.

É tendo estes benefícios em conta que muitas escolas estão a aplicar a música em várias vertentes do ensino. Ao entrar numa aula com instrumen­tos, a criança aprende a colaborar com o grupo, observando como a junção de diferentes sons pode trabalhar em harmonia. As letras podem ser utiliza­ das na sala de aula para estimular a interpretação de textos, trabalhando a criatividade, novos conceitos, voca­bulário, metáforas e outras figuras de linguagem.

Este lado terapêutico da música co­meçou a ser explorado de maneira mais abrangente no século X IX e não se  limitou  somente  aos  musicote­rapeutas;  tem  sido  incorporado  no campo da saúde como mais um re­curso em práticas profissionais. Para além da manifestação artística e afe­tiva, a música também pode ser uma ferramenta de aprendizagem, funda­ mental no desenvolvimento cognitivo da criança, e um diferencial para pais e escolas  que pretendem criar  um ambiente cada vez mais estimulante. Aliás, é sabido também que ainda no útero o bebé já  consegue perceber ritmos e vibrações, sendo por isso im­portante este contacto com a música desde muito cedo.