MALDIVAS

0
362

Paraíso Original de Águas Cristalinas e Céu Azul.

Maldivas com crianças? Claro que sim, miúdos e graúdos! É um dos melhores lugares do mundo para viajar em família e por favor não deixe de levar os seus filhos! As ilhas Maldivas estão formadas por uma cadeia de 26 atóis de corais situada a sudoeste do Sri Lanka, estendendo-se pelo Equador numa linha de norte a sul e de 754 km de comprimento e 118 km de largura. No total são 1192 ilhas, das quais somente 202 estão habitadas, com uma população total de 250.000 habitantes. 

A maioria das lagoas de água cristalina são de cor azul turquesa e têm impressionantes recifes de coral e abundante vida marinha em estado puro. O seu clima, o encanto tropical e as praias de areia branca fazem com que seja o destino ideal para famílias, casais em Lua de Mel ou para os amantes de mergulho, que encontrarão uma grande variedade de fauna marinha, jardins de coral e peixes multicoloridos. O aeroporto internacional e a capital encontram-se no atol principal chamado Malé. Cada hotel está situado numa ilha, e o transporte é geralmente realizado em lancha rápida. Para chegar aos hotéis localizados fora do atol de Malé pode recorrer a um voo doméstico ou hidroavião.

Faça-nos uma visita na BTL 2020 Vamos estar na Feira Internacional de Lisboa entre os dias 11 e 15 de Março, na edição de 2020 da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa Travel Market. A Viagem à Vista estará presente no Pavilhão 04 Stand 4F100 e a TUI Portugal no Pavilhão 04 Stand 4C120. Visite-nos! Na apresentação da revista Miúdos & Graúdos ao balcão da Viagem à Vista obtenha um desconto direto de 30€ na sua viagem.

DADOS DE INTERESSE
As Maldivas são a lembrança de uma cadeia de vulcões unidos formados há 60 milhões de anos. Estudos recentes afirmam que os recifes de coral, atóis, foram formados há centenas de milhões de anos rodeando esta cadeia de vulcões fundidos. As Maldivas é o país mais baixo do mundo, o nível de altura a partir do nível do mar é de 1,5 metros e o seu ponto mais alto está a uma altura de 2
,3 metros e situa-se na ilha de Villingili. Para fazer compras, praticamente todos os hotéis/resorts com ilhas próprias contam com lojas de souvenirs. Em Malé, a capital, o mercado de frutas, o mercado de peixes e as lojas que ficam na Majheedhee Magu Road (a avenida principal), são boas opções para as suas compras.

A moeda local é a Rupia Maldivana MVR. O dólar americano é a moeda estrangeira mais comum nas Maldivas, no entanto os euros também são aceites na maioria dos hotéis. Os pagamentos nos resorts também podem ser efetuados por cartões de crédito. Recomenda-se que leve alguns dólares para as gorjetas. A voltagem elétrica é de 240 volts, 50 Hz e a diferença horária de +5 horas. Em relação a cuidados de saúde, não precisa de vacinas ou medicação contra a Malária, a não ser que venha de alguma zona infetada pela febre-amarela. Muito protetor solar, repelente de insetos, e chapéus são necessários para uma estadia confortável. Não é necessário visto para os cidadãos Portugueses, no entanto deverá ter consigo o passaporte válido.

GASTRONOMIA

A gastronomia das Maldivas está muito influenciada pelos países vizinhos, concretamente o Sri Lanka e Índia. Mas a sua cozinha distingue-se por dar um toque adocicado e picante mais suave aos seus pratos. O coco e o peixe, sobretudo o atum, são outros elementos na sua cozinha, tal como o arroz e o caril. O peixe mais consumido é o atum, seguido do peixe espada e do polvo, acompanhados sempre com arroz de legumes típico das ilhas. Nos menus da maioria dos estabelecimentos é servido o ‘kuli boakiba’, um pastel de peixe ligeiramente picante. É muito habitual servirem como entrada o ‘rihaakuru’, uma pasta de atum com a qual se barra as tostas. Tão popular como o ‘rihaakuru’ são as ‘gulha’, umas almôndegas recheadas com peixe e coco com açafrão-da-índia, cebola, gengibre, chila e limão. Ainda que todos os hotéis preparem comida internacional, alguns pratos típicos são o Kuli Boakiba, Roshi, Gulha. A bebida nacional é o ‘raa’, um sumo extraído dos troncos das palmeiras, e o ‘kaashi kiru’, o leite de coco.

SUGESTÕES

Sugerimos que fique instalado num hotel em que os transferes sejam feitos de hidroavião, visto que é uma experiência única sobrevoar e admirar a beleza das ilhas, a pouco metros de altitude. Recomendamos que pergunte aos hotéis qual é a melhor zona para mergulho ou snorkeling para desfrutar das atrações naturais que tem cada recife. E na sua viagem às Maldivas pode efetuar uma paragem em Istambul com a Turkish Airlines para as noites que desejar ou, caso opte por viajar com a Emirates, a paragem será no Dubai.

CLIMA

O Oceano Índico funciona como uma reserva de calor, absorvendo, armazenando e libertando lentamente o calor tropical. Durante o ano, a temperatura das Maldivas varia entre os 24 °C e os 33 °C. Embora a humidade seja relativamente alta, a constante brisa fresca do mar mantém o ar quente em movimento. O clima é tropical moderado, caracterizado por ser quente e suave durante o ano todo. Características especiais do clima das Maldivas: As monções de Inverno e de Verão. A monção de inverno, seca ou “iruvai”, dá lugar às temperaturas mais baixas do ano, ainda que não baixem dos 24ºC, pelo que não faz frio. Esta altura é entre Novembro e Abril. A monção de Verão, húmida ou “hulhangu”: dá lugar a precipitações e a uma época húmida e quente entre os meses de Outubro e Maio. As chuvas nas Ilhas Maldivas são intensas e abundantes, mas de curta duração, por isso pode-se desfrutar do sol e de boas temperaturas praticamente todos os dias. Recomenda-se o uso de roupas de algodão para evitar o calor e a humidade. O nudismo é uma ofensa no país. Quando visita ilhas habitadas, devem ser respeitadas as tradições e a religião dos locais, usando roupas que cubram as coxas e os ombros.

Como Adquirir a Sua Viagem
Nas agências Viagem à Vista e com o Operador Turístico TUI Portugal. Aproveite a saída especial de Páscoa a 30 de Março. Temos uma ampla oferta hoteleira para este destino exótico, com preços a partir de 1.500€ por pessoa em quarto duplo. Os regimes alimentares estão todos disponíveis, entre o alojamento e pequeno-almoço e o tudo incluído, passando pela meia pensão e pela pensão completa. É recomendável que opte por um dos regimes mais completos, uma vez que o serviço “à carta”, seja de refeições ou de bebidas, poderá ser bastante dispendioso. A grande maioria dos hotéis dispõe de bungalows localizados na praia e sobre a água, sendo estes últimos os mais populares pela experiência idílica que proporcionam. O acesso aos resorts, no conceito “uma ilha, um resort”, é realizado em lancha rápida para os resorts localizados nos atóis mais próximos de Malé e em hidroavião ou voo doméstico para os mais afastados. O Operador recomenda ainda combinados de Maldivas com Sri Lanka, Japão ou Tailândia, ou ainda com uma das cidades de ligação, o designado “stopover”, como Dubai, Doha ou Istambul. Consulte-nos para mais informações.

Mais informações em:

 geral@viagemavista.pt

www.viagemavista.pt | Facebook | Instagram | Twitter Linkedin YouTube

M&G Stories