Malas prontas para a aventura da parentalidade

0
221

Numa viagem de três trimestres, passamos por surpresas, incertezas, medos, ansiedades, dúvidas, felicidade e uma barriga que não pára de crescer!…

O terceiro trimestre inicia-se às 28 semanas de gestação e termina no dia do parto, sendo este variável até às 41 semanas. Até lá, ainda há, e com maior regularidade, consultas, exames, análises para garantir que tudo está a correr bem com ambos, mãe e filho.

Ao chegarmos à última fase, o último trimestre, estes sentimentos não nos abandonam, mas outros sobrepõem-se, como a ansiedade natural em relação ao parto e a “preparação do ninho”, um termo dado à necessidade de decorar o quarto do bebé, organizar o enxoval, escolher a cadeira de transporte e, como não poderia faltar, fazer a mala da maternidade.

Atrevo-me a dizer que precisamos de três malas, uma para a grávida, outra para o bebé e uma para o(a) companheiro(a).

A presença física e emocional do companheiro ao longo de toda a gravidez é fundamental para ambos. O(A) companheiro(a), encorajando a autoconfiança da grávida e demonstrando disponibilidade para a ajudar, conduz a uma vivência psicológica mais saudável. Por outro lado, a grávida, permitindo a presença do(a) companheiro(a) durante a vigilância da gravidez e, partilhando a preparação do nascimento do bebé, consegue fortalecer a relação entre ambos.

Deste modo, é importante que a construção das malas da maternidade seja partilhada com o companheiro(a), e permitir que este vivencie o momento, pois também ele irá viver uma nova etapa de vida após o nascimento do bebé.

Dicas simples

– O conteúdo das malas varia consoante a maternidade do sistema público e privado;

– Solicitar à instituição o guia da maternidade para realizar a check list;

– Recomenda-se que a mala seja feita entre as 30-32 semanas;

– Após as 35 semanas, a mala deve andar com a mãe ou ambos saberem onde está;

– Ter em consideração a estação do ano em que a criança irá nascer;

– Evitar levar objectos de grande valor;

– Criar três malas.

(…)

(Artigo disponível na integra na nossa edição 13 Capa Junho à venda em banca. Subscreva a nossa assinatura e receba mensalmente a Miúdos&Graúdos no conforto da sua casa)

POR: Cláudia Xavier_ Enfermeira Especialista de Saúde Infantil e Pediatria