Se é homem… então tem de comer isto!

0
99

Se é homem… então tem de comer isto!

Estudos indicam que os homens vivem, em média, menos seis anos do que as mulheres. Mas não fique desanimado com este início porque, como se diz, o futuro está nas nossas mãos e deixamos-lhe dicas preciosas de nutrição para conseguir contrariar esta tendência.

É sabido que os homens têm cada vez mais cuidado com o corpo. Ainda assim, em média, continuam a viver menos seis anos do que as mulheres. Uma média que pode ser alterada com hábitos de vida saudáveis, onde se incluem a atividade física e a alimentação.

A nutrição masculina, tal como nas mulheres, tem um papel fundamental para uma maior longevidade e desempenho no dia-a-dia, porém, ambos têm necessidades diferentes, sendo importante destacar os alimentos que os homens deverão consumir com bastante frequência. Até porque os homens ainda têm alguma dificuldade em recorrer ao médico para consultas de rotina. Mundialmente, segundo os estudos mais recentes, estima-se que 60% dos homens só vai ao médico se estiver numa situação de urgência.

Por outro lado, é importante relembrar que os homens tendem a perder três quilos de músculos entre os 25 e os 50 anos. A partir dos 50, começam a perder 1% de seu peso em músculo todos os anos. Tendo em conta estes dois dados, a palavra de ordem é prevenção, que começa pelos nutrientes que devem ingerir diariamente.

Nutrientes

Abacate

Comecemos precisamente pelos músculos, onde o abacate tem um contributo importante. Além de ser rico em nutrientes como cálcio, potássio, vitamina C, fósforo, magnésio, lípidos, ferro, cobre, zinco, vitamina E e A, trata-se de uma gordura vegetal de boa qualidade e é um fruto bastante energético, o que, segundo os especialistas, é benéfico para o bom funcionamento cardiovascular. Sabendo-se que os homens têm mais propensão a problemas cardíacos e de tensão alta, o abacate é, sem dúvida, um bom aliado. Uma vez que os homens têm mais massa muscular do que as mulheres, precisam mais deste tipo de alimentos.

Ovo

A classe de nutricionistas tem vindo de forma generalizada a desmistificar a ideia de que só se devem comer três ovos por dia. É um alimento muito rico, que pode ser confeccionado de diversas formas e onde a clara assume um papel determinante. É uma proteína pura, com alto valor biológico e tem todos os aminoácidos essenciais, importantes para a musculatura masculina.

Tomate

Este é outro dos alimentos importantes para o bem-estar masculino e um forte aliado na prevenção do cancro da próstata, um dos mais frequentes nos homens e a segunda causa de morte por cancro. Em Portugal, surgem 4.000 novos casos anuais de cancro da próstata, havendo estudos que apontam que o consumo de tomate diminui em 35% o risco de se desenvolver este tipo de cancro.

Água

Biologicamente, o homem precisa de mais água porque tem mais massa muscular, mas muitas vezes é desvalorizado pelo sexo masculino. Ou seja, a regra aqui é simples: beber muita e muita água para manter o bom funcionamento do organismo.

 Influência na fertilidade

A alimentação vai ser determinante para o homem ter espermatozoides saudáveis e para facilitar a fertilização do óvulo, através daquilo que se chama motilidade, que tem a ver com a capacidade de movimentação do espermatozoide para ir ao encontro do óvulo e fertilizá-lo. Para isso, será necessário ser avaliado clinicamente quanto à quantidade de minerais e vitaminas no seu organismo, de forma a estes estarem equilibrados. Entre eles encontram-se a carnitina, um aminoácido que tem como principal função dar energia aos espermatozoides; o zinco, que promove o bom funcionamento do sistema reprodutivo; antioxidantes, que, na dose certa, ajudam na fertilização e estão presentes nos espermatozoides; vitamina B12, relacionada com a replicação celular, principalmente para a síntese de material genético (DNA e RNA); vitamina C ou ácido ascórbico, que em baixa quantidade pode levar à infertilidade; ou a vitamina E, que é uma das mais presentes nos espermatozoides.