O HOMEM DA AMÁLIA

0
32

O novo projecto da Yellow Star Company, escrito e interpretado por Virgílio Castelo, e encenado por Paulo Sousa Costa, é simultaneamente uma intrigante e uma emocionante “viagem quixotesca” às memórias de um homem que amou perdidamente a estrela maior do Fado Português.

O HOMEM DA AMÁLIA, é um espetáculo que visa não só homenagear a diva, mas também todos os que a amaram e nunca foram correspondidos. É um hino ao amor, à paixão, à devoção da estrela que tocou tantas almas.

A partir de factos da vida real da Amália Rodrigues, O HOMEM DA AMÁLIA ilustra episódios divertidos, episódios trágicos, de um amor de fel, amor de mel, onde Virgílio Castelo (no papel do Homem), pautado pelos maiores clássicos que Amália Rodrigues eternizou, interpreta 12 personagens!

O HOMEM DA AMÁLIA é uma imperdível homenagem de amor à Diva de todas as Divas, à estrela que iluminou a vida de tantos apaixonados no Mundo.

Em cena de 30 de setembro a 28 de outubro de sexta a sábado às 21h00 e domingos às 18h30 no Teatro Armando Cortez, dia 30 de Outubro em Anadia e dia 6 de novembro no Coliseu do Porto

Bilhetes já à venda     PVP a partir de 15€

Sinopse:

A história do amor mais profundo, mais estranho e mais secreto que alguém teve com Amália Rodrigues.

A história de um homem que existiu, e deixou de existir, por se ter apaixonado por uma estrela que não se podia alcançar. A história de um homem que dedicou a sua vida e a sua morte, a seguir a nossa única diva, onde quer que ela estivesse.

Através dos fados que ela cantou, dos versos que ela escreveu, e das paixões que sentiu, vamos acompanhar Amália durante uma hora e um quarto, vendo-a com os olhos do homem que por ela viveu, e por ela morreu.

Num espetáculo cheio de golpes de teatro, vamos ficar a conhecer a Amália que só este homem conheceu. Nas casas de fado, nos teatros, no cinema, no êxito lá fora, na inveja cá dentro. Vamos recordar algumas coisas que já sabíamos da vida dela, e ficar a saber outras de que ela nunca falou.

E quando o pano fechar, a nossa estrela maior, estará ainda mais presente nas nossas memórias – onde nunca deixou de brilhar – sublimada, agora, pelos desvarios do coração destroçado deste desconhecido Homem da Amália.