Envelhecimento e Cromossomas

0
101

Desde o nascimento que todos os seres vivos envelhecem.

Envelhecer não é mais do que não renovar (substituir) as células velhas por novas.

Todas as células estão programadas para que, assim que parem os ciclos de divisão celular que cada uma delas tem, iniciarem o seu processo de morte celular programada ou Aptotose.

Este processo só se inicia quando a programação da célula o determina.

E como é que o determina?

O comando central da célula está nos cromossomas dela, sendo que cada fracção tem uma função específica.

A porção que determina quando uma célula deve morrer está programada na porção terminal de cada cromossoma, na região chamada de Telómero.

Esta zona assemelha-se de modo empírico aos anéis da cauda de uma cascavel. Assim, por cada divisão desta célula liberta-se um anel telomérico sob o efeito de um enzima chamado telomerase.

Normalmente cada célula pode reproduzir-se 50 vezes, no entanto, este número é determinado pelas hormonas sexuais.

Sabemos hoje que sob o efeito da testosterona podemos interferir com a telomerase e assim retardar o envelhecimento humano.

Este tipo de abordagem já em uso regular está a corresponder clinicamente àquilo que a investigação biológica já prometia.

Assim, hoje temos armas para retardar o processo de envelhecimento que recentemente nem se imaginava, e que um número significativo de pessoas já hoje beneficia.

Por: António Vale Quaresma _ Ginecologista _ Obstetra_ Infertilidade