Encoprese – atenção aos descuidos do seu filho!

0
429
Encoprese – atenção aos descuidos do seu filho!
Encoprese – atenção aos descuidos do seu filho!

“Porque não vais à casa de banho quando sentes vontade?”

Apesar de nos considerarmos pais atentos com as rotinas de higiene, alimentação e brincadeiras, confessamos que o nosso segundo filho nos trouxe um desafio enorme no que diz respeito ao controlo de esfíncteres anais.

Se numa primeira fase, optámos por conversar com o nosso filho e estabelecer rotinas de ida ao WC (sem grandes resultados!), numa segunda fase, procurámos conquistá-lo com oferta de prémios… nunca alcançados! Já numa terceira fase, consultámos o pediatra e foram excluídas alergias alimentares e afins. Resultado: pais alarmados, cansados e crescente frustração, nossa e do nosso filhote.

Assim, se por um lado o nosso filho é um miúdo feliz, autónomo e com imensa vontade de aprender; continuava, porém, a sujar-se diariamente, reagindo negativamente a qualquer chamada de atenção, chegando mesmo a esconder a roupa suja para não nos desiludir.

Com efeito, sentíamos que antes de tudo, seria necessário reparar “os estragos” causados na nossa relação de pais pela tensão criada por esta situação.

Fizemos uma pausa de todas as zangas e chatices e optámos por brincar e divertirmo-nos com ele, independentemente de tudo o resto. Depois de alguns dias, decidimos ouvi-lo (mesmo!) com paciência e sem julgar! Partilhou a sua frustração, a forma como se sentia injustiçado com as recriminações, a constante pressão e até os nossos gritos. Ficámos surpreendidos com tanto que tinha para dizer, a sua objetividade e maturidade enquanto nos falava de como se sentia.

 

Ponderámos pedir ajuda a um psicólogo, considerando todo o stress emocional do nosso filho e eis que, numa conversa com um familiar (médico por sinal!) surge, pela primeira vez a palavra “encoprese” e, para nós, uma luz ao fundo do túnel. Depois de várias perguntas e respostas sobre hábitos e rotinas de alimentação, idas ao WC e afins, propôs-nos estabelecermos com o nosso filho uma rotina de idas à casa de banho mais prolongadas com o objetivo de reduzir o inchaço e inflamação do intestino, o que o impedia de sentir o vazamento fecal. 

(…)

Por isso, decidimos escrever este artigo! Porque, ao contrário do que julgamos, a encoprese é uma condição muito comum, que impede as crianças de beneficiarem ao máximo do seu dia a dia, enquanto faz crescer a tensão no ambiente familiar, com culpas, castigos e recriminações constantes. Para além disso, a vergonha e a falta de compreensão da nossa parte, enquanto pais, tornam as nossas crianças mais tristes, inseguras e ansiosas

Falemos mais sobre a encoprese para que esta deixe de ser um assunto tabu – para nós e para eles!

Pais de um miúdo super cool que já sofreu de encoprese!

 

(ARTIGO DISPONIVEL NA INTEGRA NA EDIÇÃO 18 À VENDA NA LOJA ONLINE OFERTA DE PORTES DE ENVIO. E NA BANCA PERTO DE SI. COMPRE JÁ!)