Diabetes Gestacional

0
77

No estado actual do conhecimento a Diabetes Gestacional é uma entidade que se caracteriza por uma hiperglicemia de grau variável diagnosticada pela primeira vez durante a gravidez.

Existem critérios laboratoriais para a sua classificação, sendo as últimas revisões efectuadas nos consensos de 2017.

A maioria das grávidas com diabetes gestacional conseguem um bom controlo com a prescrição de um plano alimentar.

Mas cerca de 40% vão necessitar de tratamento que até há pouco tempo era exclusivamente a INSULINA.

Actualmente já é rara a grávida com diabetes gestacional que use insulina.

A METFORMINA é um anti-diabético oral que se provou bastante eficaz e seguro a utilizar durante a gravidez.

Porque é tão importante um bom controlo glicémico durante a gravidez?

Em relação ao FETO

Se houver uma hiperglicemia materna, vai existir uma hiperglicemia fetal, obrigando o pâncreas fetal a aumentar a sua produção de insulina, que por sua vez tem um efeito de hormona do crescimento, levando a uma macrossomia fetal ( bebé grande), podendo tornar o parto mais traumático, tanto para o feto como para a mãe, e aumentando o risco de asfixia com todas as suas consequências.

Por outro lado, a hiperglicemia fetal atrasa a maturação pulmonar.

No período pós parto pode levar a hipoglicémias reactivas ( porque podem provocar convulsões no recém -nascido), assim como hipocalcemia, hipocalémia e hiperbilirrubinémia ( bebé amarelo).

Á uma relação directa entre a hiperglicemia materna e a taxa de mortalidade perinatal.

POR: OLGA SANTOS_ Ginecologista/Obstetra/Infertilidade