Dentição Infantil

0
181

Durante o crescimento da criança a dentição passa por várias fases e existem cuidados específicos que deve seguir para manter o melhor desenvolvimento da dentição e saúde da criança.

O momento de maior felicidade na família é o nascimento de um bebé, mas também o momento em que muitas dúvidas se instalam sobre os melhores cuidados.

A fase de erupção dos primeiros dentes é uma fase complicada em que os bebés ficam muito sensíveis e enervados. Todo este drama acontece devido ao desconforto provocado pela erupção dos dentes na gengiva que as torna muito frágeis durante estes meses.

Muitos bebés durante esta fase têm febre, diarreia, falta de apetite, erupções cutâneas e aumento da saliva.

É muito comum os bebés colocarem todos os objetos à boca durante este momento tão indelicado para eles. Alivie o desconforto deles com mordedores que pode colocar no frigorifico e ao serem mordidos frios aliviam muito o desconforto do bebé. Caso não seja suficiente o mordedor pode mesmo aplicar um analgésico apropriado à idade do bebé para diminuir a dor.

 Importância da sucção e dos dentes nos primeiros meses de vida

Logo que a criança nasce, a amamentação materna oferece a primeira lição de respiração nasal que é essencial a todo o correcto desenvolvimento da face do bebé. O aleitamento materno (sucção nutritiva) é a forma mais eficiente para proporcionar a plena satisfação da criança. Outras formas de amamentação podem deixar as crianças insatisfeitas e fazer com que elas procurem o conforto e o prazer nos hábitos de sucção não-nutritiva.

Desde a sucção nos primeiros meses de vida através da amamentação, todo o período do nascimento dos dentes de leite até ao momento em que estes dentes começam a ser trocados pelos dentes definitivos são muito importantes para todo o desenvolvimento não só da boca, mas de todos os ossos maxilares do bebé.

Durante este tempo, o bebé inicia a fala, mastigação, respiração e deglutição. Estas funções são os pilares de óptimo desenvolvimento e crescimento da face e maxilares. Os músculos que o bebé usa para sugar são os mesmo que usará para falar – a sucção prepara os músculos para a fala.

O bebé que mama bem tem maior probabilidade de respirar melhor, de desenvolver a sua fala e linguagem de forma mais harmoniosa, bem como aprender a ler e escrever com maior facilidade.

Quando os bebés transitam da sucção do leite materno para a mastigação dos alimentos, alguns bebés não se adaptam muito bem e refugiam-se no uso da chupeta, chucham o dedo ou outros objetos.

A prolongação destes maus hábitos é desfavorável para o crescimento do bebé e provocam alterações na face, criam problemas respiratórios e também na posição dos dentes e ossos maxilares.

Sendo assim, o hábito de sucção é favorável durante os primeiros tempos de vida do bebé pois ajuda a desenvolver todas as estruturas necessárias para um bom desenvolvimentos da respiração, mastigação fala e deglutição, mas o uso prolongado da chupeta ou do hábito de chuchar no dedo deve ser evitado para que não altere o crescimento da face e que não altere a forma correcta de respirar pelo nariz.

Sabia que?

Os primeiros dentes a nascer entre os 6 e 9 meses são os incisivos centrais e laterais responsáveis por cortar os alimentos. Os caninos nascem mais tarde, por volta dos 18 meses, responsáveis por rasgar os alimentos. Já os molares, os últimos a nascer até aos 24 meses trituram e preparam o alimento para ser engolido.

 

 Higiene oral do bebé até aos 3 anos

Até aos 6 meses de idade, limpe a boca do bebé uma vez por dia com gaze humedecida em água filtrada com ou toalhita com xilitol para remover o leite estagnado na boca do bebé.

Aos 6 meses de idade chegará o primeiro dente de leite 

Este é o momento ideal para agendar consulta com o médico odontopediatra para aprender todas as dicas de higiene oral, orientações alimentares e controlo de hábitos orais. Nesta consulta poderá esclarecer todas as suas dúvidas e garantir os melhores cuidados para a saúde do seu bebé.

O leite materno oferece os melhores benefícios nutricionais e imunológicos para o bebé, mas caso fique estagnado nos dentes consegue proporcionar cáries precoces de infância que são de propagação muito rápida e agressiva.

Por isso, mesmo que no inicio pareça uma tarefa difícil e possa ser necessário duas pessoas nunca desista da escovagem dos dentes do bebé. Comece a escovar os dentes do bebé duas vezes por dia com escova pequena e macia e pasta de dentes com flúor na quantidade de apenas um grão de arroz.

É aconselhável aos 12meses desmamar o seio materno ou biberão.

Entre os 12 e 24 meses de idade mantenha a boca do bebe sempre vigiada com as limpezas recomendada pelo odontopediatra. Inicie o uso de pasta de dentes na quantidade de um grão de ervilha com escova pequena e cerdas macias.

As crianças adoram conhecer tudo com a boca e como as pastas de dentes são muito saborosas deve ensinar a criança a cuspir a pasta de dentes e garantir que ela não a engole por volta dos dois anos de idade. Garante que ela não a engole!

Os dentes devem ser lavados duas vezes por dia, sendo que a escovagem noturna é obrigatória com a quantidade de pasta de dentes do tamanho de uma ervilha.

Nesta idade aconselhe-se com o odontopediatra qual a pasta de dentes indicada para a criança, porque a quantidade de flúor pode variar entre 1000 a 1450 ppm de fluor, de acordo com o risco de cárie dentaria da criança.

Geralmente, aos 3 anos de idade todos os 20 dentes de leite já nasceram na boca da criança e assim termina a primeira etapa de crescimento dos dentes de leite.

Os cuidados de higiene com a escovagem devem ser mantidos e incluir o uso de fio dentário com aplicados a partir do momento em que os dentes se tocam entre si.

Durante esta fase de crescimento dos dentes de leite podem aparecer caries dentárias que progridem de forma muito rápida e assustadora, por isso toda a vigilância é fundamental. Verifique regularmente se aparecem manchas brancas ou amarelas nos dentes e como estão também as gengivas.

Nas consultas dentárias de crianças é realizado um plano de acompanhamento/tratamento, mas no mínimo a cada 6 meses deve levar o seu filho à consulta de forma a ser observado todos os pormenores relativos à posição dos dentes e cuidados a ser seguidos como:

  • avaliar a posição dos dentes de leite e gestão de espaço para a troca dos dentes de leite pelos definitivos
  • orientar a remoção dos hábitos como chupeta, biberão ou dedo
  • verificar alterações na mastigação, deglutição, respiração e fala
  • necessidade de selantes de fissuras
  • necessidade de aplicação de flúor tópico

De forma a manter um excelente crescimento da face e um sorriso saudável para o seu bebé cumpra com todos os cuidados de higiene oral, mantenha a criança longe do açúcar até aos 2 anos de idade e compareça nas consultas de medicina dentaria na frequência que o medico odontopediatra.

POR: Soraia Oliveira_Médica dentista_Prática clínica em ortodontia e odontopediatria

www.bocaalegre.pt