Contra o Bullying marchar, marchar

0
92
Caucasian woman being bullying from other girls

Há assuntos que não são brincadeira. Este é um deles e por isso a Mãe Sombra vai falar muito a sério

Primeiro, é preciso dizer que o bullying não é normal, não faz parte de ser criança ou não é uma forma de liderança, por isso, pais e mães sombras desta vida, não pensem só no que os vossos filhos podem sofrer como vítimas, mas também que podem ser agressores.

É verdade, também, que o bullying na escola sempre existiu. Tenho memórias de infância de colegas que eram constantemente gozados, levavam carolos ou eram humilhados perante os outros.

Infelizmente, não se falava sobre o assunto e todos considerávamos normal que houvesse um “bobo da corte” dentro da turma.  Recentemente, antigos colegas do colégio onde andei criaram um grupo de Facebook para organizar um jantar. O nosso amigo que foi vítima durante tantos anos, os principais na sua formação, respondeu que não iria nem guardava quaisquer boas recordações do colégio. Fiquei triste.

Hoje, passados vinte anos, penso como nunca tomei uma atitude em defesa desta pessoa que era igual a mim.

Hoje, como mãe, Mãe Sombra, aliás, continuo a ter a atitude egoísta de a minha principal preocupação ser se os meus filhos podem ser vítimas. Não vos acontece? Aposto que sim.

No entanto, e cada vez mais, me preocupo com a sua formação para que nunca estejam no papel de agressores, para que se saibam colocar no lugar do outro, para que defendam quem precisa de ajuda, para que denunciem situações que possam estar a humilhar algum amigo ou colega.

E se houver medo, encorajá-los a que falem connosco, pais, pois encontraremos uma solução em conjunto, sejam eles as vítimas, sejam os seus amigos.

Não é fácil também quando temos miúdos em idades do Além. Sabem do que falo, não é? Aquela idade em que conversas sérias dos pais são apenas uma seca. Aquela idade em que os pais não sabem nada e só dizem disparates. Essa. Estão a ver?

No entanto, a Mãe Sombra acredita que de todas as conversas algo fica. Eles vão interiorizando e as suas atitudes refletindo isso mesmo.

Aqui fica a lista da Mãe Sombra no combate a ter um Bullie em casa:

1 – Dê o exemplo nas suas atitudes: seja correto e educado com os outros, sempre.

2 – Promova situações de interajuda com os seus filhos, sejam as tarefas em casa, seja ser generoso com um vizinho porque lhe leva uma fatia de bolo do seu aniversário.

(…)

Falamos muito nas vítimas e com toda a razão. Mas se todos nos unirmos no combate a partir dos exemplos que damos em casa, quero acreditar que construiremos uma escola melhor.

Um abraço da Mãe Sombra

(LEIA ESTE ARTIGO NA INTEGRA NA NOSSA EDIÇÃO 21, À VENDA NA NOSSA LOJA ONLINE, COM OFERTA DE PORTES DE ENVIO )