Celebrar Mês a Mês

0
143

O nascimento de um bebé é algo maravilhoso, mas também altera rotinas, apresenta desafios, pode criar algumas frustrações e até momentos desesperantes para os pais.

O importante é lembrarem-se sempre que, é apenas uma fase! Claro que as fases são sempre seguidas de outras, mas, é geral o sentimento de que, os 3 primeiros meses são de facto os mais desafiantes.

Não temos que fazer tudo sozinhos nem temos que saber tudo sobre como podemos lidar com o bebé. É um processo de aprendizagem para todos!

Sugiro que vivam um dia, uma semana, um mês de cada vez. E que celebrem sempre os pequenos passos, as pequenas vitórias, o fechar de um mês para iniciar outro. Se por um lado nos vamos sentir orgulhosos de termos sobrevivido aquele mês, por outro acreditem que já não vai voltar atrás e por isso vivam-no da melhor forma possível.

A Massagem do Bebé dá a possibilidade aos pais de irem conhecendo o seu bebé, de irem identificando os seus gostos, as suas reações, a forma como ele vai comunicando convosco, um à vontade maior para lhe pegar, mas também dará ao bebé inúmeros benefícios físicos e emocionais, a sensação de que este mundo, que inicialmente lhe pareceu tão estranho e inóspito, pode ser afinal um mundo de sensações maravilhosas e de momentos especiais!

1º mês

É um dos meses mais importantes. É uma fase de descoberta para todos, de adaptação, de se conhecerem e de se ajustarem. Não sejam duros convosco e tentem escutar o vosso instinto. Vão aprender muitas vezes pela tentativa/erro e, de dia para dia, tudo vai fazendo mais sentido, tudo vai normalizando. Por vezes, ouvir todas as pessoas à vossa volta só vai atrapalhar, se tiverem que escutar alguém, que seja o vosso Pediatra!

Neste primeiro mês podem iniciar a Massagem do Bebé. Ela vai facilitar a adaptação do bebé ao mundo que o rodeia, vai-lhe transmitir conforto e amor e estarão já a reforçar os vossos laços na relação Pais/Bebé. É também fundamental para ajudar nos problemas que vão surgindo nesta altura como as cólicas e obstipação, assim como para aliviar o stress e tensões que o bebé acumula, seja pelo choro, pela adaptação ao ambiente, entre outros.

Celebrem o 1º mês com um tempo só para o casal, é algo que acabamos por esquecer e que não pode ser descuidado. Afinal, vocês são uma equipa fantástica que conseguiu ultrapassar esta primeira fase!

(…)

( Artigo disponível na integra na nossa edição 13 Capa Junho. Compre Já!)

POR: Magda Soares _Formadora e Terapeuta