Calendário do advento: 6 ideias para criar com o seu neto

0
471

O Natal está à porta. Se deseja passar a importância do espírito desta quadra aos mais pequenos, por que não se aventura a fazerem a “quatro mãos” objetos alusivos à época? Também é uma ótima forma de mantê-los ocupados. Tome nota de algumas ideias que aqui deixamos.

Os dias passam a correr e mais uma quadra natalícia se aproxima. E quem não conta os dias que faltam para o Natal? Esta contagem pode ser ainda mais especial se ajudar os seus netos a criarem o próprio calendário do advento. Celebrarem juntos esta época pode ser muito divertido e ajudar a criar laços ainda maiores entre todos.

Um pouco de história…
O calendário do advento é uma tradição que vem dos luteranos alemães, que o criaram como uma forma de fazer a contagem regressiva para o nascimento de Jesus, símbolo do Natal. O primeiro calendário deste género do qual há registo foi criado em 1.851 e desde essa altura têm sido muito os materiais utilizados na sua confeção.

O Advento tem início na véspera do Domingo mais próximo do dia 30 de Novembro (por isso este ano será a 1 de dezembro) e acaba na véspera de Natal, a 24 de Dezembro. O calendário não tem como única finalidade riscar a data e ir contando os dias que faltam para a celebração; a cada dia, pode colocar uma surpresa, mensagem ou ação no respetivo número do calendário. É só colocar a imaginação a trabalhar! Esta tradição pode ser um convite para as crianças, assim como os pais e restantes familiares, se preparem para a data que se aproxima.

“Resgatar” o verdadeiro sentido do Natal

Independentemente da questão religiosa, o calendário do advento é uma ótima forma de esquecer um pouco do sentido comercial que o Natal ganhou nos últimos anos, com a compra de inúmeros presentes para a toda a família e amigos mais próximos. Este objeto poderá funcionar como um convite para que você e a sua família, nomeadamente os seus netos, se liguem mais ao verdadeiro espírito desta quadra, recordando o quanto é importante agradecer, dar valor aos momentos vividos em família e até associar-se a causas humanitárias. É muito importante ensinar aos pequeninos que ser solidário e caridoso têm muito valor e que devem fazê-lo todos os dias, em cada ação, gesto ou palavra.

Algumas ideias originais

Do mais simples ao mais elaborado, vale tudo! O objetivo é colocar “mãos à obra” e transformar as boas ideias do calendário em ações. Tome nota de algumas sugestões que podem ser executadas com materiais que costuma ter em casa:

Molas da roupa: numa ponta da mola pode colar o dia do mês e na outra um papelinho com a atividade a ser realizada.

Sacos de papel ou envelopes: Pode usar aqueles pacotinhos de pipoca que costumam sobrar das festas, colocando o papel com a ação a desempenhar dentro do saquinho. Se preferir recorra a pedaços de papel para fazer envelopes personalizados. As crianças adoram cortar e recordar. Uma vez prontos, podem ser pendurados num cordel na parede, num cabide ou até imitar o desenho de uma árvore de Natal.

Rolos de papel higiénico: Peça já aos amigos e familiares mais próximos que guardem os rolinhos que vão gastando nas suas casas. Com esse material, poderá fazer um calendário muito engraçado. Os rolos podem ser colados um ao lado do outro, formando uma casinha. As tarefas para o dia serão colocadas no interior do rolinho. Simples!

Formas de gelo ou de cupcakes: Esta ideia é muito fácil de concretizar. Basta cobrir as formas com o papel da vossa preferência para esconder cada papel com a ação do dia e depois cortá-las ou furá-las para descobrir a atividade.

 

Lista de boas ações

E que tal fazer um calendário de “gentilezas”. Doar roupas que já não usem, oferecer brinquedos aos meninos que têm menos e fazer surpresas para a família são apenas algumas ideias. Tome nota da lista que deixamos em baixo e inspire-se.

1 – Peça aos seus netos que escrevam alguma coisa agradável sobre cada um dos meninos da escola; depois podem oferecer-lhes de presente.
2 – Façam um cartão de Natal para o professor.
3 – Preparem um presente de Natal personalizado para os irmãos ou primos.
4 – Convide algum amigo que está sozinho para brincar.
5 – Ofereça um cartão de Natal a alguma pessoa que é carinhosa consigo no dia-a-dia, como a auxiliar que ajuda no almoço ou o porteiro da escola.

6 – Separe três brinquedos que já não usa para doar a uma criança que está a precisar.
7 – Ajude a mãe ou o pai sem que eles peçam.
8 – Telefone aos avós só para dizer-lhes o quanto gosta deles.
9 – Deixe um presente numa árvore de Natal coletiva.
10 – Convide um amigo que não vê há muito tempo para brincar.
11 – Faça um trabalho para o avô/avó sem que ele peça. Tome a iniciativa!
12 – Prepare um bolo ou biscoitos para o vizinho/amigo.
13 – Separe algumas roupas que já não usa mais para doar aos que precisam.
14 – Prepare o pequeno-almoço para os pais de surpresa.
15 – Arrume o quarto muito bem.
16 – Apanhe o lixo quando for ao parque que costuma frequentar.
17 – Ajude a vizinha a carregar as compras ou a passear o cão.
18 – Seja gentil durante todo o dia.
19 – Elogie o seu irmão/primo/amigo.
20 – Separe alguns brinquedos, em bom estado, para trocar com os amigos.
21 – Faça um desenho lindo para a professora.

22 – Deixe um recado fofinho para aquela tia que adora, mas nem sempre vê.

23 – Separe alguns livros e troque com os primos/amigos.
24 – Escreva uma mensagem bonita e deixe na árvore para o Pai Natal.

Por: Aida Borges