As Mães do Instagram

0
128

Acordas depois de 10h de sono porque o teu filho, incrivelmente bem ensinado por ti, dorme a noite toda. Tens tempo para tomar banho, vestir uma roupa bonita e maquilhar-te enquanto o teu filho acorda calmamente e bebe o seu leitinho de amêndoa, feito daquelas amêndoas biológicas que demolhaste na noite passada. A roupa do bebé já está escolhida da noite anterior e ele sorri e está sereno enquanto lhe mudas a fralda e o preparas para mais um dia incrível de brincadeiras e bons momentos.

Pode parecer que não, mas esta mãe existe. Esta mãe consegue estar equilibrada e ainda postar o seu dia maravilhoso no instagram, com centenas de stories que ilustram toda a organização diária na vida de um bebé.

No dia seguinte, acordas de novo, mas duvidas disso porque na verdade parece-te que nem dormiste. Acordas despenteada e sem tempo para banhos. Ainda bem que tropeças em toalhitas, usadas ou não, nem sabes, mas servem para substituir o desodorizante que o bebé decidiu enfiar dentro da sanita. A criança não para de chorar enquanto tentas desesperadamente torrar pão para ti e ferver água para a papa dele, papa essa industrializada, claro, e cheia de E’s que tu preferes nem ler no rótulo. Com isto tudo já estás meia-hora atrasada para a reunião no escritório e nem tempo há para fazer a cama antes de sair. Hoje o instagram não vai ter fotos bonitas e os stories, se tiveres tempo e paciência, serão uma lamúria do início ao fim, porque a tua vida é muito mais complicada agora que tens um bebé e o pai ainda por cima “nem ajuda”.

É claro que esta mãe também existe e, na verdade, as duas são muitas vezes a mesma pessoa, mas em dias diferentes. Maternidade real é qualquer uma que vivamos, com dias melhores e outros piores, e o que publicamos nas redes sociais tanto pode ser bonito como extremamente desagradável, mas é assim que é a vida no geral. Falemos de representatividade. Há dias em que vamos sentir culpa pelas nossas ações de mãe e outros em que vamos ter a certeza que fizemos tudo impecavelmente bem e algures no mundo outra mamã estará a sentir exatamente o mesmo. Haverá dias em que amaldiçoamos a maternidade e outros em que somos irritantes de tão perfeitinhas. Quando olhamos para o Instagram, que maternidade vemos? No fundo, a que nós quisermos e aquela que mais nos inspirar. Porque ser mãe tem muitos lados e todos eles são válidos nesta caminhada. A idealização não é um problema se tivermos conscientes de como o caminho tem altos e baixos e que as soluções não são iguais para todas as famílias. É importante estarmos em paz com o nosso papel de mães por muito diferentes que possamos ser desta ou daquela mamã que vemos, seja no instagram, ou na esquina mais próxima.

Filipa Galrão_ Locutora de Rádio na Mega Hits