A ALIMENTAÇÃO DA CRIANÇA ENTRE 12 e 24 MESES

0
315

Para a mamã e papá não há alegria maior do que ver o seu pequenote crescendo saudável e feliz. Como já deve muito provavelmente saber, as crianças com esta idade são particularmente ativas e cheias de energia! Considerando o seu tamanho, precisam de refeições e lanches muito nutritivos, cada dentada tem um sabor diferente! Crescem cada dia! Descobrem o mundo à sua volta!

Para que as crianças com esta idade recebam todos os nu­trientes de que precisam para crescer e se desenvolver de forma saudável, é necessário que as pequenas porções que comem sejam ricas em nutrientes essenciais. Por outro lado, devem comer frequentemente durante o dia – fazendo idealmente três refeições principais equilibradas e dois ou três lanches entre elas por dia. Com 12meses, o seu filho precisa de ingerir todos os dias ali­mentos que pertencem a cada grupo da roda dos alimentos.
O grande objetivo é construir uma base saudável durante os primeiros 1000 dias de vida do seu bebé. Esta fase tão especial e crítica no crescimento infantil não deixa margem de manobra para vacilar. Estas dicas podem ajudá-la a ensinar o seu filho a adquirir bons hábitos alimentares, que irão perdurar ao longo da sua vida.

ESCOLHA OS ALIMENTOS DE FORMA SENSATA

Durante a fase de transição entre o leite materno ou fórmula/ leite artificial para sólidos, as carências alimentares são muito comuns. O estudo sobre a alimentação das crianças intitula­ do “Estudo sobre a alimentação de bebés e crianças” (Feeding Infants and Toddlers Study, FITS), revelou que, num dia nor­mal, as crianças não comem frutas e legumes em quantidade suficiente, e não ingerem as doses recomendadas de nutrientes fundamentais. Por isso, é importante propor ao seu filho uma variedade de frutas, legumes, cereais, carnes magras e alimentos lácteos adequados à idade. Inclua também gorduras vegetais ricas em gorduras ómega 3, tal como o óleo de amendoim e gi­rassol.

DIVERSIFIQUE

Uma dieta equilibrada depende da ingestão diária de uma varie­ dade de alimentos de todos os grupos -cereais integrais, fruta, legumes, carnes e leguminosas e laticínios. Assegure-se que inclui alimentos com nutrientes que possam estar em falta no organis­mo do seu filho: ferro, zinco, potássio, vitamina E e fibras.

OFEREÇA COR

Uma variedade de alimentos coloridos estimula vi­sualmente, aumenta o paladar do seu filho e fornece uma diversidade de nutrientes para a sua barriguinha. Introduzir novos alimentos juntamente com outros particularmente apreciados pode aumentar a sua acei­tação. Por exemplo, se ele gosta de milho, tente adicio­nar uns cubinhos de pimento vermelho.

ENSINE

Ensine o seu filho a respeitar o seu apetite deixan­do-o decidir o que comer e em que quantidade. Não force demasiado.

LANCHE INTELIGENTE

Sirva três pequenas refeições e dois ou três lanches por dia. Porque algumas crianças obtêm 25% das suas calorias dos lanches, certifique-se de que lhe oferece escolhas nutritivas a cada lanche. Evite alimentos ex­tremamente calóricos e com poucos nutrientes, como batatas fritas, bolachas e bebidas açucaradas não adequadas à sua faixa etária. Ajude o seu filho a fazer escolhas acertadas. Os líquidos são importantes para assegurar uma boa hidratação, sendo água a bebida por excelência.

OFEREÇA GORDURAS SAUDÁVEIS

As crianças pequenas precisam de calorias das gorduras para o seu crescimento e desenvolvimento cerebral. Inclua fontes saudáveis de gorduras principalmente não saturadas – peixe gordo, abacate, alimentos à base de óleos vegetais – na dieta do seu filho. Um leite de crescimento com uma gordura saudável é também uma excelente opção.

ESCOLHA

Escolha alimentos com baixo teor de sódio. Mesmo se achar a comida do seu filho insípida, lembre-se de que ele não precisa da quantidade de sal que lhe parece estar certa para si. O salga­ do também se torna um sabor preferido quando é introduzido. Evite adicionar sal aos alimentos.

E O LEITE?

O leite materno, pode igualmente continuar a ser oferecido à criança. Se não for o caso e uma vez que as necessidades de cálcio nesta fase são muito elevadas devem ser suficientemente assegu­radas, daí que uma bebida láctea infantil (leite de crescimento) especialmente desenhada a pensar nas crianças de 1aos 3 anos de idade, é uma boa alternativa. Isto significa que a sua compo­sição é ajustada às necessidades da criança: contém a qualidade e quantidade proteicas que ajudarão na continuidade do cres­cimento; contém suplementação de ferro bem como de outros minerais, tais como o iodo, o zinco e vitaminas; a composição da gordura oferece ao bebé um equilíbrio ajustado entre gorduras saturadas, mono e polinsaturadas. Por todas estas razões e por­ que nem sempre as crianças nesta fase fazem uma alimentação equilibrada e variada um leite de crescimento representa a com­plementaridade alimentar ideal, a escolha mais acertada!

E AGORA …

deixe-o dormir. Depois da brincadeira é fundamental que ele faça um sono reparador.Os pais concentram na sua família toda a energia e preocupação. Não desistem mesmo quando surgem os primeiros pro­blemas. Manter um sorriso ajudará a fazer dos primeiros 1000 dias de vida do vosso bebé a melhor base de construção para um futuro adulto, saudável e feliz.

POR: Dra.Helena Canário Medical Advisor l Nutricionista