5 DICAS PARA UM PERFIL EMPREENDEDOR

0
39

PROFISSIONAIS EMPREENDEDORES SÃO CATALISADORES DA INOVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES

Manter um perfil atrativo para o mercado de trabalho é uma tarefa dinâmica: a conjuntura atual de pleno emprego técnico pode alterar-se e é cada vez mais impensável suster um posto de trabalho estático.

A história recente ensinou-nos que é essencial saber abraçar a mudança:  ser empreendedor significa mostrar iniciativa, ser criativo, autónomo, ambicioso, exigente e confiante.

Um profissional empreendedor é o catalisador que inova na resolução dos problemas, que acende o rastilho para novos rumos, que está confortável no desconforto e vale ouro para os seus empregadores.

A Adecco Portugal aponta 5 dicas para trabalhar um perfil empreendedor.

A pandemia veio expor a inabilidade dos perfis estáticos numa conjuntura de profunda mudança. Mercado e pessoas tiveram que se ajustar à velocidade da luz.

Um profissional empreendedor pode definir objetivos pessoais, formar e identificar soluções de forma independente e é seguramente uma mais-valia numa organização, uma peça essencial na prossecução e realização de objetivos que se traduzem em maior produtividade.

O que é um perfil empreendedor no local de trabalho?

Os empreendedores são profissionais que tomam a iniciativa, podem trabalhar de forma mais independente e progredir na carreira de forma mais lata.

Podem ou não querer ser líderes, mas o seu perfil catalisador garante sempre atratividade no mercado, independentemente da conjuntura do mercado de trabalho.

Claro que depende das hardskils, mas em boa parte são as softskills que definem um perfil empreendedor em qualquer segmento de atividade e em qualquer fase da carreira.

 

Têm normalmente as seguintes competências:
  • Motivação. Sentem-se compelidos a tomar medidas no local de trabalho sem necessidade de serem solicitados a fazê-lo pelos supervisores.

 

  • Confiança. Geralmente confiam na sua intuição sobre as suas ações no trabalho para que possam completar certas tarefas sem deliberação quando necessário.

 

  • Ambição. Estes profissionais são motivados pela definição e realização de objetivos. Sabem também quando estabelecer objetivos mais elevados que ainda são realistas para eles e para a sua equipa.

 

  • Resiliência. Sabe como ultrapassar dificuldades e encontrar soluções alternativas para atingir objetivos. Estão também mais aptos a adaptar-se à mudança e a rever os seus processos pessoais para melhorar a eficiência.

Se tem este perfil inato, basta usar as suas ‘armas’ e ter a iniciativa de mostrar que é autónomo, produtivo e decisivo na sua empresa. Se não tem, pode trabalhar no seu perfil.

5 DICAS PARA SER UM PROFISSIONAL EMPREENDEDOR

  1. Abraçar os desafios
  • Estabelecer expetativas mais elevadas

 

  • Foco em resultados bem-sucedidos

 

  • Trabalhar em equipa

Os empreendedores primam por testar os seus limites e tomar a iniciativa de lidar com tarefas difíceis. Quando aceitam desafios, tais como iniciar um novo projeto, mostram o desejo de mais experiência, a motivação para melhorar e a confiança para ter sucesso.

Para demonstrar os seus hábitos de iniciativa, procuram formas de tentar uma nova tarefa no trabalho. Por exemplo, podem concordar em assumir uma maior carga de trabalho ou liderar uma equipa num projeto particular.

  1. Sentir-se confortável com o desconforto

Os profissionais mais ambiciosos e motivados compreendem que o seu desejo de crescer e melhorar significa que podem sentir-se desconfortáveis com o nível avançado de trabalho que estão a fazer. Ao trabalharem para além do desconforto, revelam que são resilientes e adaptáveis.

Para demonstrar que apreciam a oportunidade de crescer, voluntariam-se para novas oportunidades.

  1. Estabelecer expetativas mais elevadas

Um empreendedor eleva constantemente as expetativas para si próprio e contagia os seus colegas. Quando cumprem regularmente os seus objetivos, podem começar a exigir mais de si próprios, melhorando a produtividade e alcançando objetivos mais avançados.

  1. Focar-se em resultados bem-sucedidos

O empreendedor tenta substituir a dúvida por um pensamento confiante e acompanha os processos que conduzem aos resultados. Quando se concentra em resultados favoráveis, ganha a capacidade de canalizar níveis mais elevados de autoconfiança e competência para qualquer tarefa que empreenda.

Para se manter concentrado em resultados bem-sucedidos, tenta estabelecer objetivos mais curtos que o ajude a sustentar e a alcançar objetivos mais ambiciosos.

  1. Ter gosto pelo trabalho em equipa

Por definição, um empreendedor é especializado em automotivação. No entanto, trabalhar em equipa pode inspirá-lo a alcançar mais: gosta de partilhar novas ideias e aceita as ideias de colegas com a convicção de que tal representa um crescimento individual que se reflete nos resultados globais.

FORMAS DE DEMONSTRAR CAPACIDADES DE EMPREENDEDORISMO NUMA ENTREVISTA

Durante uma entrevista de emprego, o recrutador pode perguntar se o entrevistado é um empreendedor. Fornecer exemplos específicos do seu perfil pode ser uma forma eficaz de demonstrar a sua motivação no trabalho.

Use como inspiração os seguintes perfis:

  • O profissional visionário

Pode demonstrar as suas ideias visionárias para se posicionar como um colaborador inovador: as lideranças mais disruptivas podem estar precisamente à procura de um colaborador que não se acomoda e que tem novas ideias e precisa de luz verde para as implementar.

  • O profissional dos desafios

Destaque a sua experiência em desafios profissionais em que a sua criatividade e método foi determinante: concentre-se na sua capacidade de avaliar o risco, discutindo um caso específico que tenha resolvido em trabalhos anteriores.

  • O Solucionador de problemas

Pode mostrar as suas qualidades de autonomia e iniciativa, demonstrando as suas capacidades de resolução de problemas. Pode considerar partilhar um momento específico em que resolveu um problema desafiante.

  • Goal hunter

Pode transmitir a sua automotivação, concentrando-se na sua abordagem proativa dos objetivos. Deve demonstrar uma situação em que se estabeleçam objetivos estruturais, como implementar e exceder as expetativas.